FECHAR
Licitações Contratos Convênios Leis Decretos Relatórios da Responsabilidade Fiscal Estrutura Organizacional Folha de Pessoal
Governo Federal reconhece situação de emergência em Oriximiná afetada por estiagem

No município, cerca de 23.010 pessoas estão sendo afetadas pela seca histórica de 2023 – Foto: Divulgação.

O Governo Federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e a Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil reconheceu a situação de emergência de Oriximiná afetado por estiagem. A Portaria Nº 3.345 com o reconhecimento foi publicada na edição desta sexta-feira (26/10) do Diário Oficial da União (DOU).

A Situação de Emergência nas áreas do município de Oriximiná, foi decretada pelo Prefeito Delegado Fonseca, no dia 10 de outubro de 2023, por meio do Decreto Nº 286, devido estar enfrentando um quadro crítico em decorrência da estiagem que vem assolando a região devido a significativa redução das precipitações pluviométricas, ficando abaixo da média prevista, causando diversos transtornos, danos humanos e prejuízos materiais aos moradores de regiões ribeirinhas do Município.

Cerca de 178 comunidades, contabilizando em 4.602 famílias, num total de 23.010 pessoas afetadas que estão em situação de vulnerabilidade, por falta de água potável, alimentação e isolamento social, devido à baixa das águas, pois o principal meio de transporte é feito por embarcações. Além destas comunidades, também são afetadas regiões do planalto com uma média de 27 comunidades, que enfrentam dificuldades na coleta de água potável.

A declaração de situação de emergência visa buscar auxílio junto à órgãos estaduais e federais para mitigar os efeitos da baixa precipitação pluviométrica, bem como auxiliar à população rural afetada pelas perdas na lavoura, produção de gado de corte e leiteiro, hortifrutigranjeiros, entre outras atividades produtivas.

Em decorrência do reconhecimento federal, o Poder Executivo articulou formas de prestar auxílio à população afetada, bem como buscando recursos para ações que visem mitigar os efeitos de eventuais períodos de estiagem futuramente. Através da Coordenadora Municipal de Proteção e Defesa Civil, vinculada à Sec. Mun. de Agricultura e Abastecimento, foram solicitados recursos junto à Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil para assistência aos produtores rurais.

O Prefeito Delegado Fonseca recebeu do Governo do Estado, na última quinta-feira (19), 300 cestas humanitárias de alimentos e água potável para à população ribeirinha, que sofre com a grave estiagem nos rios. O envio da ajuda humanitária partiu de Santarém, no oeste paraense, e contou com a presença da vice-governadora, Hana Ghassan.

Por: Patrício Coimbra
Foto: Divulgação

Abrir bate-papo
1
Olá
Podemos ajudá-lo?

Este website utiliza cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de mídias sociais e analisar o tráfego. Para continuar navegando você deve concordar com nossa Política de Cookies e Política de Privacidade e Proteção de Dados.