FECHAR
Licitações Contratos Convênios Leis Decretos Relatórios da Responsabilidade Fiscal Estrutura Organizacional Folha de Pessoal
Prefeito Delegado Fonseca assina fomento para realização da Consciência Negra 2023

O evento será realizado nos dias 19 e 20 de novembro, na comunidade Boa Vista – Alto Trombetas.

O prefeito Delegado Fonseca assinou nesta sexta-feira (10) o termo de fomento para a realização da Consciência Negra 2023. O evento, que será realizado nos dias 19 e 20 de novembro, na comunidade Boa Vista – Alto Trombetas, contará com uma série de atividades culturais e socioeducativas. O Ato de assinatura foi acompanhado por secretários de governo, vereadores e lideranças quilombolas.

Foto: Perfil/Divulgação Prefeito de Oriximiná/Delegado Fonseca/ Cultura.

De acordo com o Termo de fomento Nº 009/2023, no valor de 40.000,00 (quarenta mil reais), será destinado à Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná – ARQMO.

“O Dia da Consciência Negra é uma data importante para a nossa cidade, pois nos permite celebrar a cultura e a história do povo remanescente de Quilombos”, disse o prefeito. “Com esse fomento, estamos apoiando a realização de um evento que promove a diversidade e a inclusão”, completou.

Foto: Perfil/Divulgação Prefeito de Oriximiná/Delegado Fonseca/ Cultura.

A iniciativa esta amparada na Lei 13.019/2014, para execução das atividades, mediante as cláusulas e condições estabelecidas na execução e desenvolvimento da arte e da cultura afro descendente das Comunidades Quilombolas do município e adjacentes, culminado com o Dia Nacional da Consciência Negra 2023, sendo um momento de reflexão sobre a história de luta do povo africano, e os impactos que tiveram na evolução da cultura brasileira, conforme Plano de Trabalho, que constitui parte integrante do presente instrumento.

Foto: Perfil/Divulgação Prefeito de Oriximiná/Delegado Fonseca/ Cultura.

Dia da Consciência Negra – A data é comemorada em 20 de novembro em homenagem a Zumbi dos Palmares, líder do Quilombo dos Palmares, que foi assassinado em 1695. A data é um importante momento para refletir sobre a luta contra o racismo e a discriminação racial.

Foto: Perfil/Divulgação Prefeito de Oriximiná/Delegado Fonseca/ Cultura.

De acordo com dados do IBGE divulgados em julho deste ano, o Pará tem a quarta maior população quilombola do país, com 135.033 pessoas. A primeira titulação de terra quilombola no Brasil ocorreu aqui mesmo no estado, em 20 de novembro de 1995, na Terra Quilombola Boa Vista, em Oriximiná.

Texto: Patrício Coimbra
Fotos: Prefeitura de Oriximiná

Abrir bate-papo
1
Olá
Podemos ajudá-lo?

Este website utiliza cookies próprios e de terceiros a fim de personalizar o conteúdo, melhorar a experiência do usuário, fornecer funções de mídias sociais e analisar o tráfego. Para continuar navegando você deve concordar com nossa Política de Cookies e Política de Privacidade e Proteção de Dados.